Destinos de Portugal
CONTACTOS
O MEU ROTEIRO
INICIAR SESSÃO
Do Minho ao Algarve, um guia de 22 quintas, herdades e casas de enoturismo, nas quais se pode dormir, comer e, claro, celebrar o vinho. Como é tempo de vindimas, à nossa, pois!

Quinta do Vallado
DOURO

É uma das quintas mais antigas do Douro (1716). A Quinta do Vallado pertenceu a Dona Antónia Adelaide Ferreira (a Ferreirinha), sendo hoje um dos melhores sítios de enoturismo da região. Concluído há dois anos segundo um projeto do arquiteto Francisco Vieira de Campos, o hotel, revestido de xisto, trouxe outras valências à quinta (além dos cinco quartos da casa, passou a contar com mais oito, no novo edifício).
O programa das vindimas deste ano oscila entre uma e cinco noites (€380 a €1 600) e inclui vindimar de madrugada (antes que o calor aperte), a pisa a pé, nos lagares, jantares tradicionais, visita à adega, passeios de barco e pedestres. Um mergulho na piscina pode ainda constar da visita a esta quinta premiada com o Best of Wine Tourism 2013, na categoria de Arquitetura e Paisagens.
Vilarinho dos Freires, Peso da Régua; T. 254 318081/93 4582446/93 9103584

Herdade do Esporão
ALENTEJO

Várias vezes premiado, o projeto enoturístico do Esporão é uma referência, na região alentejana. Tudo começou na década de 90, ainda a ideia era relativamente nova, em Portugal. Em 2012, avançaram as obras, das quais resultou um enoturismo adaptado a todos os públicos.
No Esporão, a experiência do vinho passa pelo restaurante, com esplanada, vista sobre a vinha e um menu com sabores do Alentejo, e pelo wine bar onde se realizam as provas de vinho (a partir de €6) e azeite (a partir de €3), que podem ser acompanhadas com petiscos. Por aqui, os programas de enoturismo incluem atividades como a visita à cave, onde se encontra um túnel de barricas a 17m de profundidade, ou à Torre do Esporão, um edifício histórico da propriedade. Para as vindimas, há um pacote especial (€80/pax), disponível até 4 de outubro, que começa com um café de boas-vindas, inclui um passeio nas vinhas e participação no corte da uva, visita às caves e adega, prova de vinhos e almoço.
Herdade do Esporão, Reguengos de Monsaraz; T. 266 509 280

Quinta do Portal
DOURO

Reconhecida pela revista americana Forbes como um dos dez melhores destinos vinhateiros do mundo, a quinta, em pleno Douro, oferece a possibilidade de percorrer as vinhas, relaxar na piscina, pernoitar na Casa das Pipas, deliciar-se com as iguarias preparadas pelo chefe Milton Ferreira ou visitar a adega e armazém de envelhecimento com assinatura de Álvaro Siza Vieira. A Casa das Pipas, de xisto, dispõe de 12 quartos com os nomes das diferentes castas do Douro (como Touriga Nacional, Tinta Roriz e Moscatel), uma biblioteca dedicada ao vinho e uma loja de vinhos, e é, em conjunto com a Casa do Lagar, a proposta para pernoitar. O programa das vindimas oscila entre uma e duas noites (€190 e €360/duas pessoas) e inclui a participação no corte das uvas e, até, um passeio de barco pelo rio Douro.
Estrada Nacional 323, Celeirós do Douro, Sabrosa; T. 259 937000

Casa da Ínsua
DÃO

Tem charme de hotel, excelência de produção agrícola e núcleo museológico.
A Casa da Ínsua dispõe de 35 quartos e cinco apartamentos distribuídos pelo solar, claustro e ala do arco. Além de pátios, salas de reuniões e festas, painéis de azulejos, lareiras de grandeza teatral e pinturas a mostrar hábitos de nobreza. Ao postal turístico, somam-se jardins de estilo francês e inglês, a apelar às caminhadas, vinha, com três hectares, campo de framboesas e pomar. Tudo a pensar no bem-estar de "fidalgos" contemporâneos.
É um solar barroco, integrado na Rota do Dão. O programa de época inclui duas noites de alojamento (€138/pessoa), com pequeno-almoço, prova de vinhos e queijos, visita ao núcleo museológico e voucher de descontos para usar na região.
De 4 a 11 de outubro, há presente da casa (chapéu e t-shirt para usar na apanha das uvas), vindima (inclui refeição ligeira), pisa e vinificação e almoço ao ar livre, na quinta.
Penalva do Castelo; T. 232 642 222

Herdade dos Grous
ALENTEJO

A propriedade, de 793 hectares, está localizada na área de nidificação do Grou, uma ave migratória de grande porte que deu o nome à herdade. É aqui que se produzem vinhos como o 23 Barricas ou o Moon Harvested, bem como azeite e carne de bovino e ovino. Entre as atividades propostas, contam-se a realização de visitas guiadas à adega, cave e vinhas e várias provas, da mais básica (€5/pax) à Flight (€25/pax) que inclui cinco vinhos diferentes e tapas regionais. Até 30 de setembro, a Grous oferece um programa de vindimas (€75/pax), do qual fazem parte a participação no corte da uva, piquenique, visita guiada à adega e um almoço com menu de degustação vínico. O projeto turístico dos Grous integra uma área com alojamento (quarto duplo, a partir €125), onde não falta uma piscina com vista para o lago artificial (com quase 80 hectares) e restaurante, dirigido pelo chefe Rui Prado, cuja esplanada tem vista sobre as vinhas. A carta está recheada de iguarias da cozinha alentejana, algumas com um toque gourmet.
Albernôa, Beja; T. 284 960 000

Morgadio da Calçada
DOURO

Premiado com o Best of Wine Tourism 2014, o Morgadio da Calçada tem uma localização privilegiada sobre os rios Douro e Pinhão, na aldeia vinhateira de Provezende. Os seus vinhos, Porto e Douro, são assinados pelo enólogo Dirk Niepoort.
A dormida, no secular solar Casa da Calçada oito quartos (a partir €100/noite) que ocupam as antigas cavalariças e armazéns agrícolas e uma sala de estar recuperada da antiga cozinha dos trabalhadores da quinta pode ser complementada com uma visita às vinhas e armazéns, onde se encontram duas das maiores pipas do Douro (do século XVIII). Gerido por Jerónimo Pimentel e Manuel Villas-Boas, o Morgadio da Calçada convida a experimentar receitas tradicionais da região, em que não faltam os vinagres de vinho do Porto, o azeite e, obviamente, os vinhos. De realçar, também, um sabonete aqui produzido a partir de uma antiga receita de vinho do Porto. No fim de semana de 26 e 27, a aldeia festeja as vindimas e a casa oferece uma bola tradicional, acompanhada de vinhos brancos.
Lgo. da Calçada, Provezende, Sabrosa; T. 254 732 218

Quinta do Encontro
BAIRRADA

Dizem ser esta a nova Bairrada, onde os vinhos se aliam ao design para mostrar uma outra perspetiva da região. Tendo por cenário as serras do Caramulo e do Buçaco, numa paisagem dominada pelas vinhas, ergue-se a adega da Quinta do Encontro. Da vinha à mesa, tudo passa por aqui. "Como os vinhos não falam, damos voz à marca", explica Ana Paula Figueiredo, da GlobalWines. O edifício minimalista, traçado por Pedro Mateus, inspirou-se nas formas associadas ao vinho e oferece às visitas contacto direto com a produção vinícola. Durante todo o ano, no wine bar e na loja, há provas e cursos de vinhos, workshops de cozinha e visitas guiadas. Sob a orientação do chefe Luís Almeida, no restaurante servem-se pratos de inspiração regional, harmonizados com vinhos da Bairrada, cujo preço, garantem os responsáveis, não ultrapassa o da loja.
R. de São Lourencinho, São Lourenço do Bairro, Anadia; T. 231 527 155. Ter-sáb 10h-22h, dom 10h-18h

Quinta do Ameal
VINHOS VERDES

Primeiro, foram os vinhos, agora o turismo.
A Quinta do Ameal, em Ponte de Lima, abriu, este ano, duas casas antigas, recuperadas para receber hóspedes. Entre a margem do rio Lima, as vinhas e a mata, a tranquilidade e sossego estão garantidos neste "eco-resort and vineyard", dizem. Por aqui é possível acompanhar as vindimas e a produção de vinhos, participar em provas e visitas, encomendar refeições ou cozinhar, explorar a mata de oito hectares e passear de bicicleta na ecovia, junto do rio. O programa divide-se entre a suite (€195/dia) ou a casa com duas suites (€350/dia) para um mínimo de duas noites com pequeno-almoço. Todas estão equipadas com cozinha. Nas vinhas ou na adega, por uma semana ou uns dias, façase aprendiz de viticultor.
Refóios do Lima, Ponte de Lima; T. 258 947 172

Quinta da Bacalhôa
PENÍNSULA DE SETÚBAL

O projeto da Bacalhôa, na zona de Azeitão, inclui a Quinta da Bassaqueira, onde se situa a sede e o museu, e a Quinta e Palácio da Bacalhôa, com características singulares aqui ficam, por exemplo, o Jardim Japonês da Bassaqueira (onde está exposta parte do espólio do escultor Niizuma) e a árvore Kaki, "bisneta" da única árvore que sobreviveu à bomba atómica lançada pelos EUA sobre Nagasaki. É nestes dois núcleos que decorrem as visitas e as provas de vinho designadamente de referências como o Moscatel de Setúbal ou o Palácio da Bacalhôa. Os preços variam entre €3 e €6, mas, se optar só pela prova, o valor dependerá dos vinhos escolhidos.
EN 10, Vila Nogueira de Azeitão; T. 21 219 8060

Adega Mãe
LISBOA

Localizada no concelho de Torres Vedras, a Adega Mãe, inaugurada em 2011, destaca-se pelo projeto arquitetónico da responsabilidade de Pedro Mateus, que desenhou um edifício de linhas modernas perfeitamente enquadrado na paisagem. As vinhas deste produtor estão a apenas 7 km do mar e produzem vinhos de sabores muito particulares, entre os quais o da marca Dory, uma das gamas principais. A Adega Mãe propõe visitas guiadas, sem prova, em que, simplesmente, se aprecia o edifício e se visiona um circuito multimédia, mas também apresenta outras propostas com prova (com dois ou mais vinhos), que variam entre €6 e 20 euros.
Grupos superiores a oito pessoas podem almoçar por €45 (o almoço inclui vinhos e visita) ou tomar um brunch por €25 (com vinhos e visita).
Estr. Mun. 554, Fernandinho, Ventosa, Torres Vedras; T. 261 950 100

Quinta do Casal Branco
TEJO

Esta casa de tradição agrícola e vitivinícola está na família Cruz Sobral desde 1775. Embora tenha sido posteriormente remodelada e adaptada, a adega do Casal Branco data de 1817, tendo sido a primeira a funcionar a vapor na região. Os 1 100 hectares de terreno integram 140 de vinha, que produz vinhos como o Terra de Lobos, Falcoaria ou Quinta do Casal Branco.
É também nestas terras que se encontra a Coudelaria do Casal Branco, onde se criam e apuram Puros Sangue Lusitano alguns deles adquiridos por toureiros como Pablo Hermozo de Mendonza, Álvaro Domecq e João Ribeiro Telles. É neste ambiente tradicionalmente ribatejano que se realizam programas que aliam o vinho com provas simples, temáticas ou verticais, e as visitas guiadas à propriedade, as quais podem incluir um batismo equestre ou um passeio pela coudelaria. Os preços começam nos €12,50, para visita com prova de três vinhos.
EN 118, km 69, Benfica do Ribatejo; T. 243 592 412

Quinta dos Vales
ALGARVE

Embora o Algarve costume ser sinónimo de praia, a região também tem produtores de vinho com projetos de enoturismo originais, como é o caso da Quinta dos Vales. A propriedade, de 50 hectares, junta vinho e arte, num negócio que tem como mentor o artista e empresário Karl Heinz Stock. Aqui, para além de se produzirem vinhos como o premiado Marquês dos Vales, também se criam esculturas de grande dimensão que podem ser vistas no jardim e nas vinhas da quinta. Quanto ao programa de enoturismo, pode ser organizado à medida do cliente ou, então, seguir pacotes pré-definidos como a visita guiada à adega e caves, com prova de três vinhos (€9,45 por pessoa, no caso de grupos de oito ou mais pessoas).
A Quinta do Vale disponibiliza alojamentos com várias tipologias (a partir de €99/dia) de uma moradia com piscina privada a charmosas casas de campo.
Sítio dos Vales, Estômbar, Lagoa; T. 282 431 036
 


QUINTA DAS ARCAS
Dia 27, há festa da vindima, com oferta de kit (t-shirt, tesoura, luvas e água) para meter as mãos às uvas. Inclui visita guiada e almoço vínico. Aconselha-se roupa e calçado confortável. Das 9h às 13 horas. Marcações para enoturismo@quintadasarcas.com .
R. Central da Lomba, Sobrado, Valongo; T. 224 157 810

QUINTA DE LA ROSA
Propriedade da família Bergqvist, a 1 km do Pinhão, dispõe de alojamento: 14 quartos com vista para o Douro (a partir €85/noite), além de mais duas casas, a Lamelas e a Amarela. É possível acompanhar todo o processo de produção, desde a vinha ao engarrafamento (€5). Durante a vindima, pode pisar um vintage (e levá-lo para casa) e almoçar/jantar por €25.
T. 254 732254

QUINTA NOVA NOSSA SENHORA DO CARMO
Com 120 hectares de vinha, propõe que ajude na apanha da uva, faça um wine tour pela propriedade, almoce no restaurante Conceitus e participe numa prova de vinhos (€53/pessoa). Covas do Douro, Sabrosa
T. 254 730431/96 9860056

MADRE DE ÁGUA HOTEL RURAL
Envolvida pelas vinhas, esta unidade oferece, de 20 de setembro a 15 de outubro, um pack (€300/quarto) para duas noites com participação nas vindimas, acompanhada pelo enólogo António Pina, pisa de uvas e passeio na quinta. Vinhó, Gouveia
T. 238 490 500

THE YEATMAN
Aberto há quatro anos, o hotel vínico de luxo tem recebido vários galardões. O último, Hotel do Ano, na categoria internacional, foi-lhe atribuído pela revista Food and Travel. A carta de vinhos é assinada por Beatriz Machado, a cozinha chefiada por Ricardo Costa e nem o Spa Vinothérapie by Caudalie esquece a ligação ao vinho. A partir de 195 euros.
R. do Choupelo, Gaia; T. 22 0133100

HERDADE DA CALADA
Propõe a experiência do vinho, com provas e visitas à herdade e adega. É ainda possível realizar aqui provas de azeite, piqueniques e participar nas vindimas. A herdade dispõe de apenas quatro quartos, requerendo marcação prévia. Provas a partir €7,50.
Estr. Évora-Estremoz, km 12, Évora; T. 266 470 030

CASA AGRÍCOLA ALEXANDRE RELVAS
A experiência inclui visita à adega da Herdade da Pimenta com as paredes exteriores revestidas a cortiça e prova de três vinhos.
Se forem marcadas previamente, as visitas são ofertas da CAAR.
Também se faz criação de burros de raça Mirandesa, uma espécie protegida.
Herdade de S. Miguel, Redondo; T. 266 988 034

QUINTA DO SANGUINHAL
Tem um programa de enoturismo que alia o vinho ao património edificado da quinta, com passeios pelas vinhas, jardins do século XIX, antiga destilaria, lagar e cave de envelhecimento. Marcação prévia.
Qt.ª das Cerejeiras, Bombarral; T. 262 609 190

JOSÉ MARIA DA FONSECA
Disponibiliza vários programas de enoturismo, como a visita à casa-museu e antigas adegas (Mata e Teres Novos) e prova de vinhos. Requer marcação prévia. A partir de 3 euros.
R. José Augusto Coelho, 11-13, Vila Nogueira de Azeitão; T. 21 219 8940

ADEGA DO CANTOR
Propriedade de Cliff Richards, promove visitas guiadas às vinhas e à adega com provas de vinho. Sujeito a marcação, 7,50 euros. Qt. do Miradouro, Guia, Albufeira; T. 289 572 668

Fonte: http://visao.sapo.pt/

Comentários

© Destinos de Portugal - Todos os direitos reservados