Destinos de Portugal
CONTACTOS
O MEU ROTEIRO
INICIAR SESSÃO
Quinta da Ribafria
Santuários, Castelos e Monumentos
O Solar de Ribafria foi mandado edificar em 1541 por Gaspar Gonçalves, a quem D. Manuel I, por alvará de 16 de setembro desse ano conferiu o senhorio de Ribafria, dando-lhe um brasão de armas, e permitindo-lhe usar esse apelido.

Além do seu valor histórico, o palácio de Ribafria é digno de nota pela sobriedade e correção de linhas da sua arquitetura genuinamente manuelina, constituindo um dos mais belos exemplares da antiga arquitetura civil portuguesa.

Sobressai do seu todo uma torre quadrangular de pouco mais de trinta metros de altura, erguendo-se altiva no verdadeiro vale, junto ao rio de Lourel, na base da encosta que domina.

Esta torre foi construída, segundo reza a lenda, para que o proprietário de Ribafria dali pudesse avistar a Penha Verde, que lhe pertencia, como descendente do fundador D. João de Castro, porém outros querem que apenas se destinasse para se avistar o mar, o oceano imenso, a que se prendem as tradições guerreiras e os arredores sublimes de toda a glória cavalheiresca de uma época, cuja história é um poema.

No ângulo do poente dessa torre, está o escudo de Ribafria esculpido em pedra, o grande tanque em cujas águas tranquilas se espelha em toda a extensão o vetusto edifício e uma magnífica cisterna, com uma vasta sala com a sua abóboda de cantaria apoiada em arcos e colunas de eterna solidez.

A Quinta de Ribafria foi adquirida pela Câmara Municipal de Sintra em 2003.

Fonte: http://www.cm-sintra.pt/

Localização

Avaliação

Pontos: 5 / Votos: 1
Total: 5/5

Comentários

© Destinos de Portugal - Todos os direitos reservados